1 de junho de 2017

Joulik para c&a 2017

Alerta de muito glamour, brilho e estilo vindo por ai. Estou falando da segunda parceria da C&A and Joulik - quem ai lembra do cinto franjado da coleção passada ?? #morrideamores - E mais uma vez, a Karen e Katiusca Moraes - nomes por trás da marca - apresentaram uma coleção capsula super descolada, moderna e ousada. As irmãs Moraes são conhecidas pelas peças bordadas e paetezadas, cheias de atitude; e nessa mini coleção as estilistas investiram em outros elementos que as fashionistas nada discretas amam; como o lurex e o veludo. O perfume anos 80 com uma dose glam rock estão nítidos. E se você faz parte da tchurminha que adora sair por ai toooooda trabalhada no poder, vai pirar com o que essa dupla antenada preparou pra gente. Ah ! E já vou logo falando (leia-se escrever) acho bom vocês lerem esse post e correrem para a loja mais próxima; por que assim como na coleção passada, eu duvido que essas jóias em forma de peças durem muito nas araras. #PartiuGirls ?
229,99
499,99

199,99
589,99
249,99

189,99
169,99
89,99
149,99
49,99
199,99
169,99
149,99
129,99

29 de maio de 2017

Red carpet do festival de Cannes

Prontos para um chuva de looks divos e arrasadores ?? Então, bem-vindo a uma das temporadas mais glam do ano. O festival de Cannes foi um verdadeiro desfile de produções ousadas, over e carregadas de luxo. O grande protagonista do evento é - ou pelo menos deveria ser - o cinema. Mas todos os olhares dos amantes da moda, também se voltaram para a Riviera francesa em busca dos modelitos que desfilam no red carpet. Pensando nisso, selecione 8 look que me fizeram suspirar mais fundo. Vem comigo ??
Anna Schaffere e o poder desse Christian Siriano todo trabalhado no degradé. Os babados volumosos deram personalidade ao styling.

Mais babados por aqui. Araya A. Hargate muito Barbie com esse Zuhair Murad (meu  designer de festa favorito) 
Arizona Muse arrasou nesse mullet poderoso do Ralph and Russo. O visual dramático contrastou superbem com o scarpin branco.

Nossa representante, Izabel Goulart, vestindo Roberto Cavalli e toda trabalhada na transparência e sensualidade que só as brasileiras entendem. 

Guan Xiatong, fazendo a linha romântica e moderna com esse Elie Saab (Pra quem queria saber qual é o meu segundo designer do coração. Ainda caso vestindo um Saab rsrs.)
A franjada Nicole Kidman super glamourosa com esse Michael Kors deslumbrante. Brilho é um clássico sempre em destaque no red carpet, e que garante glamour por si só.
Mais um Saab, e dessa vez vestindo a bela Olga Kurilenko. Delicadeza define essa produção cheia de aplicações e transparência.

Mais um brasileira que ganhou meu coração nesse tapete vermelho. Marina Ruy Barbosa toda princesinha vestindo um Prada exclusivo.


24 de maio de 2017

Flat mule

Sim, eles voltaram e já caíram no gosto - ou melhor, nos pés - das fashionistas. Pra quem não conhece o sapatinho retrô, farei, com prazer a devida apresentação. Flat mule é a versão sem salto do exótico sapato com cara de vó, que não possui a parte de trás. Lembraram ??? Originado do século 16 - época em que era usado por homens e mulheres - foi eternizado pela musa Marilyn Monroe nos anos 50. Na década de 90, o modelo teve seu destaque, mas como tudo na moda foi esquecido e entrou para o time de peças démodé. Agora, mais de 20 anos depois, eis que as passarelas lançaram sua releitura, com versões clássica (no couro), e também atuais (metalizado, colorido, estampado, com pelos...). Para usar, a dica é deixar o sapato aparente, já que seu charme é garantido pelo design aberto atrás. Por isso, opte por calças e vestidos com comprimento mais curto; shorts e saias. E pra inspirar, chuva de cliques do street style em 3,2,1...




7 de maio de 2017

Ilustrações estilosas


Com mais de 200 mil seguidores no instagram, a ilustradora Nath Araújo criou ilustrações super originais sobre as mulheres de cada signo. De acordo com informações do zodiáco, a digital influencer deu cara e personalidade aos 12 signos de forma criativa e bem humorada. Antes disso, a Nath já havia criado uma série de ilustrações intituladas de "Quem é você no instagram", onde ela citava diferentes estilos de mulheres encontradas nas redes sociais; como "a blogueira"," a gringa deusa", "a fitness" e "a garota capricho". Mais recentemente ela iniciou, em parceria com a Santa Lolla - em homenagem ao dia das mães - a série "Tipos de mães". Confira algumas ilustrações abaixo, e pra conhecer mais do trabalho da @nanaths, é só dar um pulo no insta da artista.










29 de abril de 2017

Calça de plástico transparente. What ???

Pra quem levanta a bandeira da sustentabilidade e consciência ambiental; please, pule esse post 😐. 

A top shop acaba de lançar uma peça no mímimo curiosa. Trata-se de uma calça confeccionada com plástico - isso mesmo ! plás-ti-co 😰 -. "Ah, Camila ! Mas deve ter um forro". Não, colega, sem forro ou qualquer artifício que mantenha a sua intimidade em off. A calça - que foi nomeada de  MOTO Clear Plastic Straight Leg Jeans - é completamente reveladora, e quem adiquirir terá a opção de usá-la como sobreposição (por cima de um shorts) ou simplesmente colocar o corpitcho pra jogo à la Sra Neymar (alguém lembra da sainha usada pela Bru no Carna ??). O preço ? R$ 225 "míseros" reais. E aí ? Vai investir ??


27 de abril de 2017

Moda é futilidade ?


A MODA esteve presente nos principais movimentos das décadas passadas; que eram ilustradas por estilos marcantes, como os roqueiros dos anos dourados, os hippies setentinhas e os grunges dos anos 90... que usavam seus estilos para serem notados e ganharem voz em prol de suas idéias e lutas. A moda também teve um papel fundamental na desmistificação da mulher. Queimamos sutiãs, nos livramos da "violência" dos espartilhos, da imposição das saias;  lutamos por igualdade e conquistamos direitos, - inclusive de usar calças e camisas ; que eram peças exclusivamente masculinas. Tudo isso contribuiu para que conquistássemos a liberdade de votar, dirigir, ocupar cargos superiores.... Os homens também se livraram das algemas da virilidade, e nomes como Mick Jagger e New york dolls adotaram o visual andrógino e aderiram à peças do closet feminino, induzindo, assim, a exclusão de rótulos. 
A moda é a responsável por movimentar bilhões somente no Brasil; e 2,4 milhões de empregos, o que confirma que o setor de moda é bastante expressivo para a economia e desenvolvimento do país. A moda também contribui terapeuticamente para trabalhar a autoestima de alguém que se sente fora dos padrões. Eu, como consultora de estilo, já tive clientes que buscaram na moda a autoconfiança que precisavam para superar o fim do casamento; uma decepção, bullying por conta do peso; frustração por não conseguir alcançar seus objetivos.... Se você gosta do que vê, se sente muito mais segura pra ir à luta. Além do que, nos ajuda a construir nossa individualidade e identidade própria, sem nos sentir cópias padronizadas em série.
'Mas tudo isso é bobagem. Moda é só um monte de roupas fúteis que induz o consumo inconsciente.' 🤔😌😏 Que preguiça de gente que pensa assim. A moda só induz o consumo desnecessário à pessoas despreparadas, sem personalidade e estilo próprio ( por isso a necessidade em comprar tudo e a sensação de não ter nada), e que não busca o conhecimento e autoconhecimento. Comprar compulsivamente o que não precisa não é responsabilidade da moda; o problema está em você que não sabe administrar seu dinheiro com suas necessidades e carências reais. Em contrapartida, o desmazelo e indiferença aos recursos que a moda nos oferece não tem a ver com "economizar".Tem a ver com falta de prazer em se cuidar e se amar. Dê um "Oi" ao amor próprio e aprenda a usufruir o melhor da moda com bom senso. Nem mais, nem menos. Sua imagem e bem estar agradecem.


25 de março de 2017

O retorno do corset

Vai ter o retorno do corset, sim senhora !! Pelo menos essa foi a aposta da Prada para o inverno 17. E nós  bem sabemos, meu bem, que quando a Miuccia diz, tá dito. Sendo assim, se conforme e se inspire ! Quem sabe você acaba se rendendo à proposta budoir retrozinha - que venhamos e convenhamos, sempre tem seu charme. E pra quem não conhece a peça que motivou a releitura, lá vai uma breve explicação. O corset era muito usado no século XVI para controlar as formas naturais do corpo de modo agressivo. O espartilho - como é mais conhecido no Brasil - era confeccionado com materiais rígidos, como barbatanas de baleia e ferro. O intuito ? Deixar as mulheres com formas mais atraentes (ampulheta). Com o passar das décadas ele foi se adaptando, e nos anos 70 e 80 ganhou força novamente ao fugir da zona underwear e se popularizar entre punks e góticos, ao ser usado explicitamente, sobre as roupas. E essa proposta se repete agora, em 2017, com sugestões sofisticadas e despretensiosa. Algumas variações similares são o corpete (usadas como blusas - Paula Fernandes que o diga) e corselet (com pegada fetichista).      


Desenvolvimento por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo