27 de abril de 2017

Moda é futilidade ?


A MODA esteve presente nos principais movimentos das décadas passadas; que eram ilustradas por estilos marcantes, como os roqueiros dos anos dourados, os hippies setentinhas e os grunges dos anos 90... que usavam seus estilos para serem notados e ganharem voz em prol de suas idéias e lutas. A moda também teve um papel fundamental na desmistificação da mulher. Queimamos sutiãs, nos livramos da "violência" dos espartilhos, da imposição das saias;  lutamos por igualdade e conquistamos direitos, - inclusive de usar calças e camisas ; que eram peças exclusivamente masculinas. Tudo isso contribuiu para que conquistássemos a liberdade de votar, dirigir, ocupar cargos superiores.... Os homens também se livraram das algemas da virilidade, e nomes como Mick Jagger e New york dolls adotaram o visual andrógino e aderiram à peças do closet feminino, induzindo, assim, a exclusão de rótulos. 
A moda é a responsável por movimentar bilhões somente no Brasil; e 2,4 milhões de empregos, o que confirma que o setor de moda é bastante expressivo para a economia e desenvolvimento do país. A moda também contribui terapeuticamente para trabalhar a autoestima de alguém que se sente fora dos padrões. Eu, como consultora de estilo, já tive clientes que buscaram na moda a autoconfiança que precisavam para superar o fim do casamento; uma decepção, bullying por conta do peso; frustração por não conseguir alcançar seus objetivos.... Se você gosta do que vê, se sente muito mais segura pra ir à luta. Além do que, nos ajuda a construir nossa individualidade e identidade própria, sem nos sentir cópias padronizadas em série.
'Mas tudo isso é bobagem. Moda é só um monte de roupas fúteis que induz o consumo inconsciente.' 🤔😌😏 Que preguiça de gente que pensa assim. A moda só induz o consumo desnecessário à pessoas despreparadas, sem personalidade e estilo próprio ( por isso a necessidade em comprar tudo e a sensação de não ter nada), e que não busca o conhecimento e autoconhecimento. Comprar compulsivamente o que não precisa não é responsabilidade da moda; o problema está em você que não sabe administrar seu dinheiro com suas necessidades e carências reais. Em contrapartida, o desmazelo e indiferença aos recursos que a moda nos oferece não tem a ver com "economizar".Tem a ver com falta de prazer em se cuidar e se amar. Dê um "Oi" ao amor próprio e aprenda a usufruir o melhor da moda com bom senso. Nem mais, nem menos. Sua imagem e bem estar agradecem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desenvolvimento por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo